Plenária da chapa Muda PT apresenta Valdenor Pereira pré-candidato a presidente estadual e Osni Cardoso é cotado para concorrer a Câmara Federal


O Partido dos Trabalhadores de Serrinha, promoveu na manhã deste domingo (26/03), a Plenária Territorial da Chapa Muda PT, em um salão particular na Avenida Antônio Carlos Magalhães.
Cerca de 200 pessoas entre militantes do partido, lideranças do Território do Sisal, deputado Gika Lopes, prefeito de Lamarão e presidente do Consisal Dival de Memel, ex-prefeitos de Serrinha, Valente e Teofilândia: Osni Cardoso, Ismael Ferreira e Adriano Araújo respectivamente e o deputado federal Waldenor Pereira que está em pré-campanha para disputa da presidência do Diretório Estadual do partido e Shodan vai tentar a reeleição do diretório municipal de Serrinha.

O evento serviu para que a militância conhecesse mais um pouco Waldenor Pereira e suas propostas para dirigir o partido que ele ajudou fundar há 37 anos, a militância convocar Lula para disputar a presidência em 2018 e também lançar a pré-candidatura de Osni Cardoso a deputado federal.
Osni ao discursar enalteceu o Partido dos Trabalhadores quando disse que é o mais organizado do país, único partido no Brasil que realiza eleições diretas e de forma democrática os candidatos se confrontam pois têm ideologias diferentes, mas que, quando se afunila, se unem pelos mesmos objetivos.
Cardoso pediu a ‘companheirada’ que trabalhe mais para eleger parlamentares  que tem a cara do partido, ele disse que se elege com boa votação um prefeito, mas nem sempre vota nos candidatos apoiados por quem ele indica e o resultado as vezes é a fragmentação dos votos, “eleitores que votaram no companheiro Dival de Memel para prefeito, na eleição de deputado termina não votando na mesma proporção, Votam naqueles que ‘caem de para-quedas’ e não têm o compromisso de fortalecer o nosso partido e ocorre o que estamos vendo agora, Dilma afastada pelos votos de muitos que se aproximaram da gente, dizendo que estavam no mesmo projeto. O que vimos nos últimos dias foram vaias a deputados que são de partidos que se aproximaram do nosso governo e hoje estão contra os trabalhadores”, afirmou Osni que se referiu as vaias levadas por João Bacelar em Riachão na sexta-feira e Mário Junior no sábado, em Cícero Dantas.

Osni aproveitou para reiterar seu apoio a Waldenor, cujas eleições irão acontecer  no dia 9 de abril, quando os filiados votarão para eleger as direções municipais e as chapas de delegados ao congresso estadual, que está marcado para os dias 4,5 e 6 de maio.
Waldenor Pereira, defende a autonomia dos diretórios municipais, a democracia interna, com a participação e controle efetivos dos militantes, transparência, com abertura das contas, novas relações entre as tendências e o protagonismo do PT no governo do estado. O agrupamento em torno da chapa reúne as forças Reencantar, Democracia Socialista (DS), Esquerda Democrática Popular (EDP), Coletivo 2 de Julho, Avante S21, Movimento PT, e Militância Socialista.
O pré-candidato afirmou que conta com o apoio de oito deputados estaduais e cinco federais.

Fonte:Cálila Noticias

Postar um comentário

0 Comentários