Buscando vaga em Tóquio, Hebert Conceição comenta: 'Vou chegar em 2021 mais forte'


Buscando vaga em Tóquio, Hebert Conceição comenta: 'Vou chegar em 2021 mais forte'
Foto: Jonne Roriz / COB

As últimas competições de boxe olímpico disputadas por Hebert Conceição foram especiais para o atleta, mas o foco dele agora é chegar em Tóquio. As eliminatórias para os Jogos Olímpicos, marcados para acontecerem no Japão em julho deste ano, ainda não aconteceram, mas o pugilista baiano é um nome de peso para representar o Brasil na modalidade.

 

Após 2019, ano em que conquistou medalha de prata no Pan Americano de Lima e do bronze no Mundial de Boxe, sendo o primeiro brasileiro medalhista na segunda competição, as aspirações de Hebert na carreira aumentaram.  

O Bahia Notícias conversou com o atleta de 22 anos, que luta na categoria 75kg, para saber sobre como está sendo sua trajetória desde que as esperanças da classificação para Tóquio começaram a surgir, o processo de ver o sonho olímpico adiado pela pandemia e o sentimento de representar a Bahia e o Brasil.