Coité: Homem é assassinado a tiros as margens da BA 120

 


Um homem identificado por Renildo Lima Oliveira, 33 anos, foi assassinado na noite desta quinta-feira, 25, as margens da rodovia BA 120, trecho entre o Bairro Casas Populares e o Povoado Santa Rosa onde residia a vítima.

O Calila Notícias foi acionado pelo Águia Resgate por volta das 20h50 e ao chegar ao local que fica a cerca de 5 km da sede do município de Conceição do Coité onde estava o corpo haviam muitos curiosos, ignorando o toque de recolher e sem fazer uso de máscara.

Gildo Carneiro disse ao CN que o Águia foi solicitado para atender a um acidente, mas quando chegou constatou que se tratava de um homicídio. Ele disse que a primeira informação relacionada ao homicídio foi que Renildo estaria em sua casa onde desconhecidos teriam sequestrado e saiu com o próprio carro da vítima, parou naquele local e fizeram vários disparos. O carro da vítima usado na fuga teria sido incendiado na Fazenda Porção.

Outra versão de moradores da região dão conta que os criminosos não estiveram na casa da vítima, contam que Renildo e a mulher dele seguiam pela rodovia supostamente após atenderem a uma ligação e ao chegarem no local, os criminosos teria mandado a mulher correr e em seguida mataram seu marido.

A Polícia Militar esteve no local, porém não antecipou e não confirmou nenhuma versão, apenas informou que soube de um carro pegando fogo na fazenda Porção, mas também não confirmou se é o Meriva que pertence a Renildo.

Foto: Divulgação Águia Resgate

A guarnição ficou resguardando o local até a chegada da equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Serrinha. Este é o segundo homicídio de 2021 em Conceição do Coité.

Homem morre após sofrer mau súbito 

Segundo Gildo Carneiro após a chegada da PM, ele foi até o local onde um carro esteva em chamas e ao chegar constatou que realmente era um Meriva que muito provavelmente seja o de Renildo e minutos depois, “recebemos uma ligação da Polícia pra retornar ao local do crime onde uma pessoa tinha passado mal após ver o corpo e que seria um idoso parente da vítima, fomos até lá e prestamos o socorro, quando estava próximo do hospital ele teve uma parada a foi a óbito”, disse Gildo.

O coordenador do Águia posteriormente informou que o homem que passou mau súbito não era parente conforme havia anunciado e sim morador da região.

* Matéria atualizada às 08h30 para corrigir a informação de que o homem que morreu após passar mal quando estava no local do crime não era parente.