COITÉ: Professor com suspeita de Covid-19 passa mal em casa, é socorrido para UPA mas não resiste

 


Morreu na manhã deste sábado, 13, dentro da ambulância do grupo de socorristas voluntário Águia e Resgate o professor da rede estadual de ensino Maturino de Souza Marques Junior.

Professor Marques Junior disse em mensagem de WhatsApp que estava se sentindo péssimo e achava que não iria aguentar.

Segundo Gildo Carneiro coordenador do Águia e Resgate por volta de 10h foi acionado por uma familiar do educador, aflita pela situação que ele se encontrava e falou que ele estava com covid e com dificuldade de respirar, inclusive uma mensagem foi enviada com a seguinte frase escrita pelo professor: “Estou me sentindo péssimo… Acho que não vou aguentar mais!

Gildo disse ao Calila Notícias que foi até um apartamento onde ele residia sozinho na Rua Martins Ferreira a principal do Bairro Alto da Colina e ao chegar encontrou ele sentado no sofá com um aparelho de oxigênio. “Ele estava consciente, mas com pressão alta, agente contou com apoio da Prefeitura que mandou uma ambulância com cilindro de oxigênio e com a doutora Lane que é médica vizinha do professor. Fizemos a troca do oxigênio e colocamos em nossa ambulância para conduzir o paciente diretamente para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) que foi a orientação  que a gente recebeu, nos deslocamos, mas quando chegamos próximo ao contorno da Avenida Luiz Eduardo, cerca de quinhentos metros da UPA ele teve uma parada cardíaca e quando demos entrada na UPA ele não mais apresentava os sinais vitais”, contou o coordenador do Águia.

Marques Junior atuou como professor da Educação Profissional no Colégio Estadual Olgarina Pitangueira Pinheiro e segundo informações extra-oficiais atualmente lecionava no Colégio Estadual Antônio Bahia em Conceição do Coité.

Se confirmado pela Secretaria de Saúde este será o 33º óbito pela Covid-19 em Coité.

Do Portal Calila Notícias