Lutador serrinhense Dony Terrier encara compatriota no próximo desafio

 


Foto: Divulgação

 Com 33 anos e um cartel de 20 vitórias e apenas oito derrotas no MMA profissional, o lutador baiano da cidade de Serrinha, Dony Terrier, que faz parte da equipe Killer Bees treinado pelo experiente Tony Geleia, já tem novo duelo marcado. Dony fará a luta principal do evento Budo Sento Championschip (BSC), no dia 10 de abril, na Cidade do México. O atleta serrinhense irá enfrentar o ex-UFC, Wilson Reis, na categoria peso galo até 61kg. O evento ainda contará com a presença de mais um representante baiano, Thiago Oliveira “Seriguela” lutador do Bellator que fará o co-main event.

Dony Terrier terá a oportunidade se recuperar da derrota sofrida para o mexicano Cristian Quinonez, na disputa do UWC Mexico 25 - Ultimate Warrior Challenge Mexico, no dia 26 de fevereiro deste ano. “Minha última luta creio que foi uma preparação para este desafio, lutei cinco rounds perdi por pontos para o atual campeão do evento. Sabemos que em uma luta contra o dono do cinturão o desafiante tem que colocar uma vantagem bem grande, ou nocautear para sair com a vitória, mas infelizmente não consegui. O jogo com Wilson Reis vai ser totalmente diferente, essa luta vai ser bem melhor”, disse.

 

Com relação à expectativa de encarar um ex-UFC da grandeza de Wilson Reis, o lutador baiano foi objetivo. “A expectativa é a de sempre dar meu melhor, deixar tudo lá dentro, fazer uma guerra e mostrar que tenho potencial para lutar e ganhar dos melhores. Estou pronto, não é de hoje que estou nessa caminhada, a diferença é que ele entrou no UFC. Mas, com fé em Deus espero também ter minha oportunidade”, afirmou.

 

“Pra mim vai ser uma honra lutar com um cara como Wilson Reis, um atleta com uma grande experiência muito duro, a nível internacional já teve perto de disputar o cinturão da categoria no UFC. Tem que ser respeitado sim, porém no octógono são dois homens buscando a vitória. Vamos pra cima e que vença o melhor”, ressaltou.

 

Questionado a respeito de ser uma luta entre dois brasileiros, e essa particularidade mexe com o psicológico do atleta, Dony respondeu. “Não, de forma nenhuma, agora se eu pudesse escolher não lutaria com um compatriota. Contudo, são ossos ofícios exemplo em qualquer evento sempre vai ter brasileiros e sempre vai existir os confrontos. É trabalho, temos que ser profissionais, mas isso não mexe de forma nenhuma meu psicológico”.

 

Adversário

 

Com 39 anos, Wilson Reis tem em seu cartel 34 lutas, sendo 24 vitórias e 10 derrotas. Na sua última apresentação pelo UFC, Wilson Reis, amargou uma derrota por nocaute técnico diante do brasileiro Alexandre Pantoja, na disputa do UFC 236 - Holloway vs. Poirier. Contratado pelo Budo Sento Championschip (BSC), Reis fez sua estreia no evento no dia 14 de novembro de 2020, com vitória diante do mexicano Carlos Briseno.

 

Desta vez Wilson Reis irá medir forças com o também brasileiro Dony Terrier, que já tem um trabalho bastante reconhecido no México. O Budo Sento Championschip (BSC) é um evento que divulga arte marcial e seu exercício como um esporte através de duelos autênticos em uma liga para atletas com um coração de guerreiro.