Governo do estado investirá R$ 8 milhões em educação em Coité

 



Ciente de que a educação é a ferramenta ideal para o desenvolvimento da sociedade o governo do estado volta a investir na região sisaleira ao anunciar recursos superiores a R$ 8 milhões em obras de ampliação, reforma e modernização dos colégios Polivalente e Olgarina Pintangueira Pinheiro, duas importantes unidades educacionais do estado em Conceição do Coité. As melhorias que serão feitas nas escolas foram promessas do governador Rui Costa durante visita à cidade em dezembro passado para inaugurar o Complexo Poliesportivo. Os colégios edificados na sede do município funcionam nos três turnos – matutino, vespertino e noturno -.  

O Colégio Polivalente que está completando seu cinqüentenário em dezembro foi inaugurado na gestão do saudoso médico e prefeito Manoel Antônio Pinheiro (doutor Pinheiro), em 1971. Agora a unidade está sendo priorizada pelo governador Rui Costa, com investimentos da ordem de R$ 3, 960 milhões. Os recursos serão aplicados em obras de modernização e adequação da estrutura física do estabelecimento que passará a contar com refeitório com capacidade de atendimento de 140 pessoas, um auditório com estrutura para 175 lugares, vestiário masculino, feminino, campo de futebol society 28x48 com arquibancada, piscina semi-olímpica, subestação de energia com capacidade de 150 KVA e área com paisagismo.    

Com quase 1.600 alunos matriculados, a diretor do Polivalente Rita Tarcisio Costa da Silva disse que, embora a unidade tenha sido construída há 50 anos, ela mantém ótima estrutura física, possuindo atualmente 16 salas de aula, biblioteca, sala do professor, sala de música e laboratório de ciências. Os estudantes matriculados na unidade freqüentam as turmas do 1º ano do ensino médio a 9ª série do ensino fundamental além do EJA. As maiores carências da escola ficam por conta da falta de laboratório de informática, sala de leitura e sala de atendimento especial.  

Já o Colégio Estadual Professora Olgarina Pitangueira Pinheiro, inaugurado em 2001, segundo o vice-diretor Amarilson Gordiano, a unidade conta atualmente com 15 salas de aula, biblioteca e cinco laboratórios – Química, Biologia, Física, Matemática, Informática – atendendo 600 alunos que estão inscritos no ensino médio, EJA e educação profissional. O colégio que no ano passado recebeu cerca de R$ 600 mil para implantação de cinco salas de laboratório volta a ser beneficiado pelo governador Rui Costa, com mais R$ 4,123 milhões, que serão aplicados na adequação da edificação existente, construção de refeitório para 140 pessoas, auditório com capacidade para 175 lugares, campo society 25x45 com arquibancada, quadra poliesportiva 18x30, coberta com vestiário, além de subestação com capacidade de 150 KVA, área com acessibilidade e paisagismo.  

Por Pedro Oliveira

Postar um comentário

0 Comentários