Vídeo: Prefeitura de Serrinha compra cinco concentradores de oxigênio para tratamento de pacientes com doenças pulmonares graves


Foto: Divulgação / PMS


Prefeitura de Serrinha entrega cinco concentradores de oxigênio novos para o tratamento de pacientes com doenças pulmonares graves na sua própria residência.

Algumas doenças que causam deficiência respiratória fazem com que a quantidade de oxigênio presente no ar não seja o suficiente para as pessoas portadoras dessas doenças. Quando isso acontece é usada a técnica de oxigenoterapia, a fim de melhorar e manter os níveis de oxigênio no sangue acima de 90%, o ideal para a saúde. Com o auxílio do concentrador de oxigênio, a oxigenoterapia pode ser realizada em casa, de forma prática e segura.

“Quem precisa utilizar esse equipamento vai ter o benefício de poder usar em casa, com a nossa equipe do programa Melhor em Casa, que faz todo o acompanhamento em domicílio”, afirma Thiana Franco, coordenadora do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD).

Um concentrador de oxigênio funciona filtrando o ar presente no ambiente e fornecendo ao paciente apenas o oxigênio puro. O ar entra no aparelho e passa por um filtro que descarta partículas, bactérias e vírus. Após essa etapa, o ar filtrado passa por um compressor rotativo e depois por um filtro de zeolite, onde o nitrogênio é absorvido. O oxigênio restante do ar é então armazenado em um reservatório e em seguida vai para um fluxomêtro, que permite que a quantidade que é fornecida ao paciente seja controlada.

Assista: