Coité – Idoso atacado por pit bull recebe alta, mas teve o dedo polegar amputado

 


O aposentado Vivaldo da Silva Mascarenhas, 78 anos, que sofreu ataque de um cão da raça pit bull em via pública no dia 22 de outubro quando chegava em sua casa na Rua Tiburtino Ferreira da Silva, bairro do CAIC em Conceição do Coité já está de volta depois de nove dias internado no Hospital Geral do Estado (HGE) em Salvador onde passou por cirurgia, levou mais de 20 pontos nos dois braços e para tentar manter o dedo polegar direito que chegou praticamente solto, foi feita a cirurgia, mas depois de 4 dias a equipe médica notou que não estava evoluindo bem e precisou amputar.

Dade como é conhecido, apesar da idade é um cidadão que tem uma vida bastante ativa, pilota motocicleta, faz seu trabalho básico na roça e agora está praticamente impossibilitado, haja vista que o polegar é o dedo mais importante da mão e principal base de apoio em qualquer trabalho.

Ele agradece pela vida e disse que nasceu no dia 22 de outubro sua nova data de aniversário, pois, ele travou uma verdadeira luta contra um animal que causou além do ferimento na mão que resultou na amputação do dedo, nos dois braços. Mais de dez moradores do bairro usando pedra, pau e até uma pá ajudaram o idoso se livrar do animal que tinha pulado o portão de uma casa e depois de atacar a vítima retornou pelo mesmo local.


Postar um comentário

0 Comentários