Declarações de ACM Neto reforçam ideia de mulher na vice; entenda


Cotada para ser vice na chapa com ACM Neto, Edylene Ferreira se diz pronta para o desafio - Foto: Reprodução

 As recentes declarações do pré-candidato ao Governo da Bahia ACM Neto (UB) reforçam as expectativas por uma presença feminina na vaga de vice, única aberta para composição de chapa majoritária.

Até o momento, nomes como o da vereadora de Salvador pelo PSDB, Cris Correia, da ex-prefeita de Brejolândia, Marizete Bastos (UB), e da vereadora de Serrinha, Edylene Ferreira (Republicanos) são os mais cotados.

No encontro estadual do União Brasil Mulher na Bahia, o ex-prefeito sinalizou a importância da presença feminina em cargos de primeiro escalão. "Durante oito anos na Prefeitura de Salvador, trabalhei abrindo espaço para que muitas mulheres competentes e determinadas ocupassem posições no primeiro escalão da minha gestão para que pudessem ter poder de decisão, e muitas delas foram imprescindíveis pro resultado do trabalho", disse.

Neto ainda enfatizou que as mulheres terão protagonismo em sua gestão caso seja eleito no pleito deste ano. "Quanto mais as mulheres estiverem presentes, posicionadas no debate eleitoral, e, principalmente, quanto mais elas possam exercer cargos relevantes na política brasileira, nós vamos, sem dúvida alguma, melhorar a qualidade da política nacional. Quanto mais pudermos contar com a participação das mulheres na política, mais teremos chances de aproximar a política do cidadão, de manter uma conexão muito mais presente entre quem nos governa e a razão de qualquer governo, que é o povo", disse.

Com isso, a bolsa de apostas pelo nome da vereadora de Serrinha Edylene Ferreira (Republicanos) cresceu. Até o momento, a vereadora é a mais cotada e bem avaliada internamente para seguir ao lado de Neto na disputa pelo Palácio de Ondina.

Presidente licenciada da União dos Vereadores da Bahia (UVB), Edylene costurou seu caminho para se viabilizar à vaga, trocando o Solidariedade pelo Republicanos, em menos de 24 horas, no último dia da janela partidária para as eleições deste ano.

Além de representação feminina, ela também representaria a classe de vereadores, o que contrapõe à presença de Geraldo Júnior (MDB), presidente da Câmara de Salvador, na vice de Jerônimo Rodrigues (PT), e também a chapa contemplaria uma figura do interior.

O evento “Unidas Pela Bahia” foi realizado no Espaço Mário Cravo, e teve a apresentação de pré-candidaturas femininas do partido para os Legislativos estadual e federal nas eleições deste ano. Lideranças políticas da legenda, como a senadora Soraya Thronicke, presidente nacional do União Brasil Mulher, e a presidente do União Brasil Mulher Bahia, Iris Azi, estiveram presentes.

Postar um comentário

0 Comentários