Secretária de Desenvolvimento Social participa da sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Serrinha



Nos faróis, crianças vendem guloseimas. Tem ainda o guardador de carros, o menino manuseando a enxada cortante no roçado, o engraxate e a irmã mais velha, que cuida do caçula e faz a faxina pesada enquanto a mãe trabalha.

Muitas formas de exploração do trabalho infantil, frequentemente admitidas pela sociedade, acabam por torná-lo invisível tanto na cidade quanto no campo. 

As causas que levam meninas e meninos às ruas e ao trabalho são muitas, mas o engajamento da sociedade no combate é essencial. Proteger as crianças e os adolescentes é um dever de todos.


Riviane Ribeiro, advogada do CREAS, e Liz Oliveira, secretária de Desenvolvimento Social de Serrinha,  participaram da sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Serrinha nesta quinta-feira (09) para reforçar a importância do combate ao trabalho infantil.

“Durante o decorrer desses 30 dias do mês de junho estamos realizando diversas atividades a fim de levar conhecimento a população e chamar atenção para a problemática do combate ao trabalho infantil.”, reforçou Riviane. No Brasil, o 12 de junho foi instituído como Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil pela Lei nº 11.542/2007.

🚨 Denuncie!

Ao suspeitar que uma criança esteja trabalhando, denuncie. Nem sempre o trabalho infantil é facilmente detectado pelas autoridades. A ligação para o Disque 100 é gratuita – o canal encaminha o caso para a rede de proteção. Outra alternativa é acessar a página de denúncias do Ministério Público do Trabalho.


Postar um comentário

0 Comentários