Delegacia de Coité registra aumento de 50% em número de homicídios no primeiro semestre de 2022 em relação ao mesmo período de 2021



A Delegacia de Polícia de Conceição do Coité registrou neste primeiro semestre 15 homicídios, algo considerado ‘fora da curva’ em relação aos últimos cinco anos, quando variou de 9 a 10 mortes violentas nos primeiros seis meses do ano.  Números superam 2017 quando foram registradas 14 mortes no primeiro semestre.

O Calila Notícias tem feito este tipo de levantamento desde 2014 e concluiu que a quantidade de homicídios no município nos primeiros seis meses é sempre menor que o segundo semestre, neste caso, acende-se um alerta para que daqui pra frente não venha superar esses números mais recentes, que já teve aumento de 40% em relação a janeiro e junho de 2021.

Em 2021 de janeiro a junho foram registrados 10 homicídios e de julho a dezembro 16 assassinatos.

Ainda em referência a este primeiro semestre de 2022, importante ressaltar que dois homens mortos foram sequestrados em casa e horas depois encontrados mortos em outros municípios não são contabilizados como sendo homicídios em Coité, entra nas estatísticas das delegacias territoriais de onde os corpos foram encontrados.

Houve neste período também dois Auto de Resistência (AR) suspeitos que trocaram tiros com a Polícia e não aparecem na relação de homicídios.

O crime que mais chocou a população teve como autor um policial militar que estava de folga e com sinais de embriaguez, matou um frentista e deixa outro ferido, este chegou a ficar hospitalizado mas não resistiu.

O CN não consegui números exatos dos crimes elucidados, sabe que o PM que atirou contra os frentistas que estavam em sua companhia, tinham lhe dado carona antes dos disparos, recebeu voz de prisão no local dos disparos.

Outro caso elucidado diz respeito a um homem que matou seu ex-cunhado a golpes de faca na zona rural de Coité, este se apresentou a Delegacia após passar o período de flagrante e foi liberado após audiência de custódia. Ele respondia em liberdade quando teve a casa invadida e acabou sendo morto.

Dos 14 homicídios, 6 ocorreram após as vítimas terem a casa invadida. Em um desses episódios haviam três dentro de uma residência na área rural do município, um foi morto no local, dois sequestrados e posteriormente encontrados, um morto e outro ferido na zona rural de Gavião, cerca de 65 km de Coité.


Homicídios nestes primeiros seis meses 

JAN – 2
FEV – 1
MAR – 2
ABR – 4
MAI – 3
JUN – 3

Postar um comentário

0 Comentários