Reconhecimento Facial atinge a marca de um foragido preso por dia na Bahia


Reconhecimento Facial atinge a marca de um foragido preso por dia na Bahia
Foto: Alberto Maraux

O Sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança Pública (SSP) alcançou a marca de um foragido da Justiça preso por dia, na Bahia, após o início da expansão da tecnologia na capital, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e também no interior do estado.

 

De acordo com a SSP, entre os dias 14 de junho e 23 de julho, quando a ferramenta foi ampliada, 68 criminosos com mandados de prisão foram capturados.

 

Nesse período foram 37 presos em Salvador, oito em Porto Seguro, cinco em Alagoinhas, três em Barreiras, dois em Feira de Santana, Itabuna, Camaçari e Simões Filho, além de um caso nas cidades de Itaberaba, Jequié, Lauro de Freitas, Santo Antônio de Jesus, Valença, São Francisco do Conde e Candeias.


 

Crimes cometidos pelos foragidos

 

Segundo a Secretaria, entre os 68 foragidos da Justiça capturados nos últimos 39 dias, 44 eram procurados pela prática de roubos, 15 envolvidos com assassinatos, cinco traficantes, um autor de violência sexual, um homem que cometeu estupro, um autor de sequestro e um que portava ilegalmente armas de fogo.

 

"É importante parabenizar todos os envolvidos nesse processo que torna a Bahia referência, não só no Brasil. O êxito nas prisões de foragidos da Justiça se deve aos nossos profissionais do setor de Tecnologia (Sgto), da parte de Telecomunicações (Stelecom), das polícias Militar, Civil e Técnica, além do apoio dos Bombeiros", destacou o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino.

 

Mandarino ainda acrescentou que R$665 milhões foram investidos na expansão da tecnologia. "Avançaremos com outros equipamentos, permitindo a melhoria do serviço prestado à população", completou.

Postar um comentário

0 Comentários