Polícia Civil de Retirolândia prende magarefe como suspeito de matar vaqueiro


A cabeça da vítima ficou desfigurada com golpes de machado, antes da perícia apontava como tiro de arma de grosso calibre


Esta terça-feira, 22, foi marcada por movimento intenso da Polícia Civil de Retirolândia para elucidar o crime de homicídio que teve um vaqueiro como vítima, na Fazenda Mulungu, distante 6 km da sede do Município. Francelino de Jesus Souza, 58 anos, foi encontrado morto sentado dentro da casa onde morava, inicialmente o crime aparentava ter sido cometido com tiro de arma de grosso calibre, mas no decorrer das investigações a perícia concluiu que foi praticado com arma branca.

Na reportagem anterior o Calila Notícias relatou que foi deixado no terreiro da casa um boné e uma penca de chave, e foi justamente esses objetos que deram o principal rumo de investigação.

A chave deixada foi muito importante para elucidar o crime | Foto: Raimundo Mascarenhas
Informações extra-oficiais, já que o CN não conseguiu contato com a Delegacia enquanto publicava esta nova reportagem, dão conta que uma chave abriu um armário ou outro tipo de compartimento do açougue municipal e todos que trabalham no local foram chamados na Delegacia, até que um deles confessou o crime tendo usado um machado que logo em seguida foi jogado dentro de um tanque.

Nossa reportagem vai tentar uma entrevista com a delegada titular Rosângela Batista para que ela possa detalhar mais sobre este caso que ganhou repercussão no estado.

Postar um comentário

0 Comentários