Nove milhões de pessoas abriram conta por causa do Pix, diz presidente do BC



O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta quinta-feira, 19, que nove milhões de pessoas abriram contas bancárias para usarem o Pix e voltou a dizer que até mesmo pessoas que pedem esmolas nas ruas usam a ferramenta. “Conseguimos monitorar isso. Milhares de novos negócios foram abertos graças ao Pix. O uso do Pix como meio de pagamento é maior do que esperávamos”, afirmou, em palestra na a UCLA Anderson School of Management. “Estamos observando que podemos fazer muito mais com a infraestrutura do Pix”, acrescentou.

Campos Neto fez uma apresentação sobre a evolução do ecossistema brasileiro de fintechs e a agenda digital do Banco Central.

Ele citou utilidades como o Pix-Saque e o Pix-Troco e voltou a dizer que o BC está abrindo os protocolos da plataforma gratuitamente para que outros países – sobretudo sul-americanos – adotem sistemas similares. “Queremos uma trilha comum de Pix em outros países para fazer transferências internacionais”, completou.

O presidente do BC disse que o modelo de open finance desenhado pela autarquia – integrado com o Pix – deve ser o mais rápido do mundo. “Tudo está ficando conectado agora”, afirmou. “E agora queremos tokenizar o sistema por meio da moeda digital (CBDC)”, completou.

Agregador financeiro
Campos Neto repetiu que a instituição trabalha para construir uma carteira digital com todos os produtos e serviços financeiros integrados, por meio da qual os consumidores poderão acessar seus ativos – físicos ou virtuais – em diversos bancos e corretoras no mesmo aplicativo. “Hoje já há uma integração entre o Pix com outros produtos. A nossa ideia é chegar a agregador financeiro”, afirmou. “Quero incentivar que bancos custodiem ativos digitais, por meio da tokenização”, reafirmou.

Fonte: Correio

Postar um comentário

0 Comentários