Para primeiro Ba-Vi do ano, MP-BA mantém recomendação de torcida única

 O primeiro Ba-Vi do ano, que será disputado no próximo domingo (29), às 16h, na Arena Fonte Nova, pelo Campeonato Baiano, deve ter mesmo torcida única. Segundo informações do ge.globo, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) manteve a recomendação para que haja torcedores apenas do time mandante no clássico. 

 



A torcida única no Ba-Vi começou em 2017, após confusão num clássico disputado no dia 9 de abril. Após a partida, um torcedor do Bahia foi morto e outro baleado. 

 

Seis partidas depois, em fevereiro, o Ba-Vi voltou a ter as duas presentes no estádio. Na ocasião, uma confusão generalizada dentro de campo causou a expulsão de sete jogadores, sendo cinco do Vitória. O mínimo permitido para um time ter em campo é sete atletas, o que levou o Leão a perder por W.O. 

 

Desde então, todos foram disputados com torcida única. 

 

Nesta segunda-feira (23), o presidente do Rubro-Negro, Fábio Mota, se mostrou favorável à torcida mista. 

 

“O Vitória é completamente a favor de ter torcida mista, sempre foi minha posição. Mas não depende da gente. Se ouvirem o Vitória, a opinião é que tenha duas torcidas, porque acho que isso enfraquece o futebol baiano. É ruim para o futebol baiano e estamos prontos para dialogar e fazer tudo que for possível para que a gente tenha as duas torcidas no clássico, tanto no Barradão, quanto na Fonte. O Vitória pode fazer é requerer, pedir, e é o que a gente está fazendo”, afirmou. 

 

O desejo do dirigente, contudo, não será atendido. 

 

O Bahia está com 100% de aproveitamento no Campeonato Baiano após três rodadas e, com nove pontos, está na segunda colocação. O Vitória, por outro lado, é o lanterna, com apenas um ponto conquistado. 

Postar um comentário

0 Comentários