Restos mortais do caminhoneiro que faleceu há 45 dias será sepultado nesta quarta em Riachão

 

Depois de 45 esperando a liberação do Instituto Médico Legal Nina Rodrigues em Salvador em relação os restos mortais do jovem caminhoneiro Elder Thiago, natural de Riachão do Jacuípe, finalmente o IML de Salvador autorizou o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Senhor do Bonfim a liberação para a família realizar o sepultamento.

Thiago dirigia um caminhão bau de uma empresa de Riachão do Jacuípe na manhã de 8 de dezembro de 2022 quando houve uma colisão frontal com um carro de passeio onde viajava um casal de namorados residente em Campo Formoso e os dois veículos pegaram fogo, provocando a morte do casal e do motorista do caminhão e tendo ficado nas ferragens tiveram os corpos carbonizados. Um ajudante do caminhão chegou a ser socorrido com bastante queimadura e ficou duas semanas internado, mas não resistiu e também foi a óbito.

Os restos mortais de Thiago, bem como do casal foram levados para Senhor do Bonfim, o casal foi identificado e liberado no dia seguinte, mas o de Thiago a situação foi mais complexa, a mãe dele precisou ir ao DPT de Senhor do Bonfim para fazer a coleta do material genético para exame de DNA que foi encaminhado para o IML em Salvador.

O velório vai acontecer a partir das 14h na capela do cemitério

Postar um comentário

0 Comentários