Traficante serrinhese morre em confronto com a Polícia Civil de Sergipe


Policiais civis da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) de Sergipe participaram no final da tarde desta quarta-feira, 29, do cumprimento de um mandado de prisão, com a Coordenação de Operações Especiais da Polícia Civil da Bahia (COE/BA), no município de Propriá, no interior de Sergipe. O alvo era o líder de uma facção criminosa envolvida com o tráfico de drogas, acusada de planejar a morte de um delegado e um investigador de polícia do estado da Bahia. Deivisson Lima de Jesus, de 28 anos, vulgo "Dedê", que morava no bairro CSU, em Serrinha, e era um dos alvos prioritários da Polícia Civil local, reagiu à prisão e morreu em confronto.

A facção de Deivisson era investigada pela 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Senhor do Bonfim (BA), que identificou membros da organização criminosa apontada como responsável por diversos crimes violentos e tráfico de drogas na cidade. Também foi constatado que esse grupo preparava-se para executar um plano com o objetivo de matar um delegado e um investigador da Polícia Civil da Bahia.

Antes de executar o plano, o grupo descolou-se até o município de Senhor do Bonfim para praticar uma chacina, mas entrou em confronto com policiais civis da cidade e três vieram a óbito [relembre aqui]. Porém, o líder da facção [Deivisson] fugiu para o Estado de Sergipe, com o objetivo de se esconder em Propriá. No confronto foram atingidos os traficantes Davi Clerisson Ferreira Silva, de 23 anos, Charlinton Joab Moura Oliveira, de 22, e Lucas Pereira da Silva, vulgo "Bocão".

Com o trio foram encontrados uma submetralhadora calibre 9mm, uma pistola calibre 45, três revólveres calibre 38 e 22, carregadores, munições, seis porções grandes de maconha prensada, três pedras de cocaína e quatro pedras de crack. Davi, Charlinton e Lucas respondiam a inquéritos por tráfico de drogas, roubos e porte ilegal de arma de fogo.



Após alguns dias de levantamentos do setor de inteligência, policiais da COE/BA e da Core/SE desencadearam a operação. No momento da entrada tática, o foragido reagiu contra os policiais, que foram obrigados a revidar a injusta agressão. O preso foi socorrido e levado para o hospital de Propriá, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com as informações levantadas pela reportagem do Portal Cleriston Silva – PCS, Deivisson assumiu o comando do tráfico de drogas nos bairros Colina das Mangueiras e Abóboras, ambos em Serrinha, após a morte do comparsa, Robson Santana Cardoso, de 32 anos, conhecido como "Bob", ocorrida em abril deste ano, após ser perseguido por homens armados