Política: Wagner e Pelegrino acionam Moro e Bolsonaro no Supremo por violação de sigilo17 de jul de 2019 às 19:02 | em: Brasil Foto: Ilustração O senador Jaques Wagner e o deputado federal Nelson Pelegrino ingressaram no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, por supostos crimes de responsabilidade e violação de sigilo funcional. Em duas petições protocoladas recentemente na Corte, Wagner, Pelegrino e outros 18 parlamentares do PT no Congresso apontam eventual ilegalidade de Moro no âmbito da investigação sobre os candidatos laranjas do PSL. A ofensiva tem como base declarações de Bolsonaro em coletiva concedida dia 28 de junho, durante o encontro do G-20 em Osaka, no Japão. Aos jornalistas, o presidente admitiu que Moro lhe deu acesso privilegiado a dados do inquérito. Clique aqui para seguir nossa página no Facebook. COMENTARCriminosos fazem arrastão em ônibus escolar e atiram no veículo em Cipó

Na noite da última terça-feira (16), dois criminosos realizaram um arrastão no interior de um ônibus escolar, que transitava pela estrada do Amari, zona rural de Cipó. De acordo com informações preliminares no site Portal Alerta, os criminosos chegaram a efetuar disparos de arma de fogo, e o veículo teve um dos pneus furado. 

Foram subtraídos aparelhos celulares, e outros pertences pessoais de alunos que se encontravam no interior do ônibus. Na sequência, a dupla de criminosos fugiu sentido a sede do município. O caso foi informado à Polícia Militar local, porém até o momento do fechamento desta matéria, nenhum suspeito tinha sido preso.