Serrinha: Guardas Civis Municipais participam de curso exigido pela Polícia Federal

Trinta e um Guardas Civis Municipais (GCM) de Serrinha recebem instruções, durante toda esta semana, de 15 a 19 de julho, no curso de capacitação exigido pela Polícia Federal (PF). Com o curso, os agentes que já possuem porte de arma continuam a ter direito e os que ainda não possuem passam a ter direito ao porte de arma de fogo, dentro e fora do trabalho. A habilitação permite que eles usem revólveres calibre 38, pistola calibre 380 e espingarda calibre 12.
O curso fortalecerá ainda mais a segurança dos profissionais e da sociedade como um todo. Após sua conclusão, a PF emitirá os portes autorizando a GCM de Serrinha a usar armas em suas atividades, renovando os daqueles que já possuem e inserindo os que ainda não possuem a autorização.
Até pouco tempo, os guardas só eram autorizados a usar armamentos não letais, como cassetetes, spray de pimenta e colete à prova de bala. Em Serrinha, já são mais de dois anos de convênio com a PF e nunca foi registrado nenhum incidente envolvendo os agentes.
Marco Antônio O. Santos, Comandante da Guarda Municipal, falou sobre a importância da capacitação para os profissionais GCMs. "O curso é mais uma etapa da política de aprimoramento contínuo que vige na Guarda Civil Municipal. Os guardas municipais estão sempre sendo submetidos a cursos, a fim de prestar um serviço cada vez melhor.
Diferentemente da ideia equivocada de que o guarda municipal não se aperfeiçoa, esse curso vem, mais uma vez, demonstrar o comprometimento que o GCM tem com a sua qualificação profissional e a educação continuada na sua atividade", ressaltou o Comandante.