Preso por estupro morre após ser espancado por colegas de cela no presídio de Serrinha

Um homem que estava preso no Presídio de Segurança Máxima de Serrinha morreu na noite de quarta-feira, 17, quinze dias após ser espancado por detentos dentro da unidade. 

Segundo informações levantadas pela reportagem do Portal Cleriston Silva – PCS, o caso teria ocorrido no dia 2 deste mês. A vítima foi Jelton Araújo Matos, vulgo "Tuquinha", de 28 anos, que estava preso por suspeita de estuprar a própria sobrinha de 4 anos.

Ainda não há informações sobre o que motivou o ataque contra ele. O PCS apurou ainda que a vítima deu entrada na unidade prisional há menos 20 dias, oriundo da cidade de Euclides da Cunha, e estava no "seguro" – cela onde ficam os presos ameaçados de morte. Essa ala abriga, por exemplo, estupradores, assassinos e membros de facções rivais.

Em entrevista ao repórter Dida Negrão, o diretor da unidade, major Luiz de Lima Sacramento, informou que será instaurado um procedimento disciplinar, com o intuito de investigar o caso. O PCS apurou que o detento apresentava vários hematomas pelo corpo, principalmente nas partes íntimas. O corpo dele foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

A Polícia Civil disse que está investigando o caso para identificar todos os envolvidos no crime. *Com colaboração dos repórteres Reny Maia e Dida Negrão


Do Portal Clériston Silva