Serrinha: Prefeito mantém medidas restritivas e toque de recolher



O prefeito de Serrinha, Adriano Lima (PP), decidiu, neste domingo (14), prorrogar o fechamento do comércio na cidade, por causa do coronavírus. A gestão já havia determinado o fechamento por quatorze dias do dia 1º de junho a este domingo. Com a prorrogação, continuam fechados todos os estabelecimentos considerados não essenciais. O prefeito não informou quando encerra o prazo da nova decisão. Além disso, as aulas em escolas públicas e particulares seguem suspensas por tempo indeterminado.

Estabelecimentos comerciais de natureza essencial não se enquadram na decisão. Entre eles estão: supermercados, açougues, frigoríficos, lojas de hortifrutigranjeiros, centro de abastecimento, padarias, lojas de alimentos para animais, postos de combustíveis, revendedores de gás, farmácias, instituições e correspondentes bancários, casas lotéricas, borracharias, oficinas, entre outros.

Com 170 casos de coronavírus confirmados, 81 curados e 32 suspeitas de infecção, a administração municipal também manteve o toque de recolher, proibindo a circulação de pessoas e veículos em vias públicas no período entre 20h e 5h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados e domingos, a restrição será das 18h às 5h. Serviços de delivery estão autorizados até às 23h.