Policial Militar morre ao sofrer parada cardíaca em academia de Serrinha

 

O policial militar Diego Pereira Gonçalves, de 34 anos, morreu depois de passar mal durante uma sessão de treinos em uma academia em Serrinha na tarde desta quarta-feira (23), por volta das 17h50. 

Segundo apurou a reportagem do PCS, depois de reclamar de um mal-estar, o PM teve uma parada cardíaca e foi levado imediatamente para o Hospital Municipal de Serrinha, onde foram feitas manobras de ressuscitação.

Depois que ele teve o quadro estabilizado, foi transferido para o Instituto Nobre de Cardiologia (INCARDIO) em Feira de Santana. Diego foi submetido a uma série de exames e procedimentos cardíacos, mas não resistiu e veio a óbito no início da tarde desta quinta-feira (24).

O militar morava em Serrinha e era lotado na Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Nordeste). Em nota, o comandante da especializada, major Wellington Morais, lamentou profundamente o falecimento. "A família perde um grande homem e a CIPE/Nordeste um guerreiro sertanejo", disse.

Diego Gonçalves deixa esposa e um filho recém-nascido.