Serrinha: Autorizada construção de complexo educacional poliesportivo

 


Foto: GOVBA

 O Governo da Bahia autorizou, na última sexta-feira (16), a construção de um Complexo Educacional Poliesportivo em Serrinha, com investimento de R$ 2.641.513,34 milhões. A ordem de serviço foi assinada pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, que esteve em visita ao município. Com o equipamento, os estudantes e a comunidade terão à disposição um amplo espaço para a prática da educação esportiva.

O Complexo Educacional Poliesportivo terá como endereço a Avenida Antônio Carlos Magalhães, no bairro Urbis II, e contará com ginásio de esportes, alojamento, espaço capoeira e espaço karatê reformados; campo society com grama sintética; piscina com arquibancada; vestiário; academia ao ar livre; e área de convivência.

“O Complexo Educacional Poliesportivo será importante para a educação esportiva dos estudantes. Mas, além disso, será um espaço do município onde irá contemplar a realização de campeonatos e torneios e, até mesmo, eventos culturais e de entretenimento. É um equipamento para crianças, jovens e adultos, para o qual a nossa expectativa é do uso qualificado, em parceria com entidades e associações da juventude e comunidade”, afirmou o secretário Jerônimo Rodrigues.

Para a diretora do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Serrinha, a construção do Complexo Educacional Poliesportivo vai proporcionar para o estudante uma carga horária diversificada. “O espaço vai incluir os estudantes em uma educação integradora como um todo, porque ele terá esporte, cultura e lazer ligados aos anseios da comunidade, trazendo-os para um mundo de diversidades amplas e estendendo as possibilidades desses estudantes”.

A estudante Melissa Américo, 16, 2º ano do curso técnico de nível médio em Administração, do Centro Territorial de Educação Profissional do Sisal, em Serrinha, representou as lideranças estudantis na assinatura da ordem de serviço. “Espaços assim são fundamentais, porque nos permitem adquirir conhecimento de uma forma diferente da convencional e diversão enquanto aprendemos”, comentou.