Governo estuda liberar saque de até R$ 1.045 do FGTS novamente em 2021, diz jornal

 


O saque emergencial de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), programa destinado a todo trabalhador com carteira assinada, pode ser autorizado pelo Governo Federal novamente em 2021, segundo publicação da Folha de São Paulo.

A ação está em estudo e pode ser adotada com outras iniciativas. A ideia do Ministério da Economia é injetar dinheiro no mercado. No texto, a Folha revela que a pasta está elaborando um cardápio de medidas que poderão ser acionadas a depender da intensidade das crises sanitária e econômica.

Nos estudos do plano de contingência, o Ministério estaria fazendo desenhos para os mais diversos cenários. Entre as possibilidades, está prevista a hipótese mais grave, com chance de piora da pandemia da Covid-19 e nova decretação de estado de calamidade.

Ainda segundo o jornal, para todos os cenários avaliados, o plano prevê que as ações iniciais não terão impacto nas contas públicas. As primeiras a serem acionadas devem ser as antecipações do 13º benefício de aposentados e do abono salarial para quem recebe até dois salários mínimos.