Violência doméstica; homicídio; furto... Confira as ocorrências policiais de Serrinha e região

DISEP - Serrinha / Foto: Reprodução


 FURTO EM SUPERMERCADO EM SERRINHA

Por volta das 11 horas de 26 de dezembro, após rondas pelo comércio de Serrinha, uma das guarnições  da CETO foi acionada pelo gerente de um supermercado, localizado no centro da cidade de Serrinha, à Rua  Agenor de Freitas, por ter, segundo o mesmo, flagrado uma mulher de 41 anos, furtando mercadorias, escondendo-as na bolsa, sem pretensão de pagar. Diante do fato,  as partes foram conduzidas para a Delegacia de Polícia.

AGRESSÃO EM SERRINHA 

Por volta das 13 horas de 25 de dezembro, a guarnição que serve à comunidade de Serrinha  foi acionada por uma mulher de 61 anos, alegando que, no bairro Cidade Nova, seu neto de 17 anos, estaria sendo agredido por um rapaz de 39 anos. De posse dessa informação, a guarnição se deslocou ao local, e foi colhido que o suspeito da agressão teria sido atingido por um tijolo,  indo em casa e voltado com uma faca,  apreendida com ele após  a devida busca pessoal. Diante da situação, ambos foram conduzidos à Delegacia de Polícia, para  tomadas das demais providências.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM TEOFILÂNDIA 

Por volta das 20h45 do dia 27 de dezembro, a guarnição que serve à comunidade de Teofilândia foi informada por funcionários do Hospital Municipal que havia dado entrada naquela unidade um homem de 46 anos, vítima de ferimento no pescoço provocado por arma branca, no povoado Barreiro. A guarnição manteve contato com a vítima que informou que estava em sua residência quando foi atingida no pescoço por um golpe de tesoura desferido por outro homem. A guarnição fez rondas no povoado onde ocorreu o crime, mas o suspeito evadiu do local.

AGRESSÃO EM BAR EM TEOFILÂNDIA 

Por volta das 20h25 do dia 27 de dezembro, a guarnição que serve à comunidade de Teofilândia foi informada por funcionários do Hospital Municipal que havia dado entrada naquela unidade um homem de 23 anos, vítima de golpes de garrafas na cabeça, o que lhe causou ferimentos. A guarnição deslocou-se até o hospital e manteve contato com a vítima que informou que estava bebendo em um bar e, ao sair de lá, foi agredido com garrafadas. Contudo não sabia identificar quem o agrediu.

HOMICÍDIO EM TEOFILÂNDIA 

Por volta das 11 horas de  25 de dezembro, a guarnição que serve à comunidade de Teofilândia realizava  rondas pela cidade quando foi informada, via ligação telefônica, sobre um esfaqueamento num bar do  povoado do Barreiro. Diante da informação, deslocou-se  ao local citado,  constando a veracidade do fato, em que  a vítima, um homem de 22 anos, encontrava-se caída ao solo, aparentando ausência de sinais vitais, sendo providenciado o isolamento e acionamento do DPT. Após várias diligências, o acusado, um homem de 27 anos, foi localizado  e conduzido ao Hospital Municipal, por  apresentar um corte no polegar direito, com sangramento; em seguida, foi conduzido à Delegacia de Polícia em Serrinha, para que fossem adotadas as medidas cabíveis.

ACIDENTE EM ARACI 

Por volta das 22h50 de 24 de dezembro, populares acionaram  a guarnição que serve ao município de Araci, face acidente de trânsito ocorrido próximo a um posto de combustível, na BR 116, no bairro  Bombinha, zona urbana. De posse da informação, os policiais se deslocaram ao local, constatando a veracidade e sendo informados por populares que as vítimas  trafegavam na BR 116 numa motocicleta tipo Falcon, quando foram atingidas  por uma moto tipo Honda Pop, cor preta, conduzida por uma pessoa que evadiu. Após  a ocorrência, as vítimas, um homem de 28 anos e uma mulher de 21 anos,  foram conduzidas ao  Hospital pelo SAMU, e a moto Honda foi conduzida para o pátio da 3a CIA.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM ARACI 

Por volta de 21h30 de 25 de dezembro, chegou a informação  ao  Cicom de que havia dado entrada no Hospital de Araci um homem vítima  de disparo de arma de fogo. De posse da informação, a guarnição  que serve à comunidade de Araci deslocou-se e constatou o fato. Questionado, então, o atingido, de 31 anos, relatou que ao chegar em casa, localizada no Centro de Araci, dois homens em uma moto efetuaram  disparos em sua direção, mas não  conseguiu identificar os autores.  Diante do relato, foram procedidas rondas, mas foi possível localizar os suspeitos.

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM SANTALUZ 

Por volta das 18h20 do dia 27 de dezembro, a guarnição que serve à comunidade de Santaluz foi solicitada por uma mulher de 30 anos, que afirmou ter sido vítima de agressão física por parte de seu companheiro, um homem de 40 anos, o qual também pegou o cartão do Bolsa Família e evadiu do local. Os policiais foram à residência da vítima, fizeram rondas em busca do acusado, mas não o encontraram. Após isso, orientaram a vítima a registrar queixa na Delegacia.

PERTUBAÇÃO EM SANTA BÁRBARA 

Por volta das 01 hora de 27 de dezembro, a guarnição que serve à comunidade de Santa  Bárbara foi acionada, via  ligação telefônica, por duas pessoas estarem na área externa da Igreja  Matriz local, tocando o sino, através de uma corda posicionada ao lado da mesma, fato recorrente nos finais de semana. Após  deslocamento ao local,  abordaram dois suspeitos, de idade inferior a 18 anos, que confirmaram a autoria. Diante do fato, acionou-se uma representante  do  Conselho Tutelar, que acompanhou e auxiliou parte da diligência, mas face esta não  acompanhar a guarnição à Delegacia de Polícia  de Serrinha, ela procedeu a notificação dos envolvidos, ficando  de manter contato com seus responsáveis. Dessa forma, eles foram encaminhados aos seus responsáveis, que tomaram conhecimento do fato.

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM LAMARÃO 

Por volta das 21h06 de 25 de dezembro, uma mulher de 37 anos compareceu à sede do Pelotão de Lamarão com  escoriações no rosto e no corpo, acusando seu companheiro, de 37 anos, como autor da agressão  física,  que a teria  também expulsado de sua casa, localizada no Centro da cidade, trancado a porta; e subtraído a chave para que ela não retirasse seus pertences e documentos pessoais. De imediato, a guarnição que serve à comunidade local, deslocou-se à residência do casal, mas o acusado não abriu o cadeado, necessitando que nela se adentrasse à força, momento em que ele evadiu. Ressalte-se que a guarnição, a todo momento,  estava  acompanhado da denunciante, que autorizou a sua entrada na casa. Diante da reação  do acusado, foram efetuadas rondas nas proximidades até localizá-lo, concretizando o flagrante delito. Após isso, eles  foram levados ao Hospital Municipal de Serrinha para o atendimento; e, em seguida, à Delegacia de Polícia de Serrinha.

Fonte: 16° BPM/ ASCOM