Em reunião com o gerente da EMBASA, vereadores discutem abastecimento de água em Serrinha

 


Nesta terça-feira (06) os vereadores de Serrinha estiveram reunidos com o gerente local da EMBASA, Victor Oliveira, e com o analista de saneamento, Vinicius Araújo, para discutir a problemática de abastecimento de água em nosso município e outros assuntos pertinentes à atuação da empresa.

A EMBASA pontuou alguns problemas para o fornecimento de água no município dente eles: insegurança hídrica no sistema produtor, operação manual do sistema e o crescimento desordenado da cidade. A empresa também explanou sobre alguns investimentos que já estão sendo feitos para o aumento da oferta de água a exemplo da perfuração de dois novos poços para o Sistema Integrado de Abastecimento (SIE) Serrinha-Coité.

O primeiro poço já está com a obra em andamento, inclusive com equipamento alocado procedendo com a perfuração, um investimento previsto total de R$2.7 milhões em dois poços, que poderão representar um aumento de até 20% no volume de água produzido atualmente. Os poços 34 e 35, que serão construídos, terão vazão de 40 litros por segundo.

Outra ação importante que será tomada pela EMBASA é a automação do SIA Serrinha-Coité, com isso a região ganhará uma central de controle e monitoramento de todo o sistema, um investimento orçado em R$3.197.770,97 que já está em fase de revisão de orçamento para lançamento do edital.

Serão investidos mais de R$5 milhões em intervenções na rede de distribuição de Serrinha, distribuídos na construção de três novos reservatórios, duas novas estações elevatórias, implantação de 26.568 metros de redes adutoras com diâmetros entre 75mm e 300mm e instalação de duas válvulas redutoras de pressão. A previsão é que o início das obras se dê na próxima segunda-feira (12).

Estiveram presentes na reunião os vereadores Alex da Saúde, Rose de João Grilo, Rogério da Cerâmica, Ícaro Tolentino, Thiago Pastor, Ito Cardoso, Deca da Bela Vista, Lucas Maciel e Reis.

A Câmara Municipal de Serrinha segue dialogando e buscando soluções para que o problema recorrente de abastecimento de água seja sanado o mais breve possível. O presidente da Casa, Alex da Saúde, ressaltou e agradeceu a participação do gerente regional da EMBASA, Elvaldo Neto, para uma discussão mais ampliada e com a busca de resoluções.





Postar um comentário

0 Comentários