Fábio Mota confirma reunião do Conselho Deliberativo do Vitória neste sábado

 


Fábio Mota confirma reunião do Conselho Deliberativo do Vitória neste sábado
Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

O presidente do Conselho Deliberativo do Vitória, Fábio Mota, confirmou que a reunião do colegiado rubro-negro marcado para sábado (15), a partir das 8h, de forma virtual, vai ocorrer. A manifestação de Mota foi em razão dos boatos que inundaram as redes sociais anunciando o cancelamento do encontro.

 

“A reunião está mantida, não tem alteração. Na verdade, nós tínhamos duas reuniões sábado, acho que a confusão foi essa. Recebemos hoje um ofício do presidente do Conselho Fiscal, onde ele pediu adiamento da reunião, disse que precisa de 50 dias para fazer a análise da documentação, isso a gente está se referindo ao julgamento das contas do conselho diretor. A base da reunião do conselho de contas é o relatório do conselho fiscal. Então, o presidente informou que não apresentará os relatórios no sábado, isso seria a reunião ordinária, mas temos uma outra pauta que é reunião extraordinária que estava marcada e continua marcada e acontecerá no sábado”, explicou Fábio Mota em entrevista ao programa BN na Bola, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama, da rádio Salvador FM 92.3. 

 

Na última terça-feira (11), Jailson Reis Vitória, presidente do Conselho Fiscal explicou que como o presidente do Conselho diretor só irá entregar as demonstrações financeiras na próxima sexta (14), não haverá tempo hábil para a elaboração do relatório para a reunião. Por isso, a solicitação de adiamento para a apresentação do documento (leia mais). 

 

Segundo Fábio Mota, esta não é a primeira vez que o calendário de reuniões passa por essa situação. Ele ainda explicou sobre a realização do encontro extraordinário.

 

“O estatuto é claro é preciso fazer a reunião até o dia 15 de maio para aprovação das contas. Já aconteceu isso em outros anos, em 2018 também teve um caso parecido, ela foi prorrogada. Então, nós vamos abrir a reunião ordinária, como está estabelecida no edital, vamos ler o ofício do conselho fiscal pedindo adiamento e prazo de 50 dias, vamos encerrar a reunião ordinária e dar início a reunião extraordinária, que tem como assunto a questão das ações e o que mais ocorrer”, comentou o presidente do Conselho Deliberativo. As ações em questão são da sociedade Vitória S/A, que tem como diretor presidente o próprio Paulo Carneiro, dirigente do clube. 

 

“A reunião extraordinária é mantida. Está sendo virtual, já que tem um decreto do governo do estado que proíbe eventos com mais de 50 pessoas, então a gente não pode fazer a reunião de forma física e presencial em função disso. Vamos manter a reunião da forma como já foram feitas duas reuniões nos mesmos padrões, mas acontecerá o sábado”, completou. 

 

Além da solicitação do Conselho Fiscal para adiar a entrega do relatório de contas do clube, a entidade interna do clube acusou o Conselho Diretor sobre conflito de informações e dificuldade de comunicação. Por isso, o Conselho Deliberativo montou uma comissão que investiga a situação e Fábio Mota esclareceu o andamento do processo. 

 

“Nós tomamos conhecimento na última reunião que nós fizemos do Conselho. O presidente do Conselho Fiscal fez a denúncia e imediatamente nós constituímos essa Comissão na própria reunião. Demos o prazo de 30 dias para a Comissão, que tem o conselheiro Vitor como presidente, para possa fazer as investigações e ver se o que o Conselho Fiscal está falando sobre o Conselho Diretor procede de uma ou outra. Temos que respeitar o devido processo legal”, explicou. 

 

“A comissão já se reuniu com o presidente do Conselho Fiscal, está fazendo reunião com sete membros dessa comissão, falta agora ouvir o presidente do Conselho Diretor. A gente vai aguardar eles ouvirem o presidente do Conselho Diretor e, depois disso, a comissão volta ao relatório para o Conselho Deliberativo, trazendo os resultados dessa apuração", ressaltou.

 

Fábio Mota completou ainda dizendo que o prazo de 30 dias para a Comissão investigar o problema apresentado pode ser prorrogado caso o grupo entenda que existe a necessidade de mais tempo para reunir provas. 

 

Atualmente, o Conselho Deliberativo tem em mãos uma minuta de um novo estatuto para o Esporte Clube Vitória, entretanto, as etapas necessárias para que o regulamento possa ser votado ainda não puderam ser concluídas. 

 

“Nós iniciamos o mandato de uma minuta de estatuto, nós marcamos quatro ou cinco reuniões para seguir o regramento, que é primeiro passar pelo Conselho. Infelizmente, nós não conseguimos nas três reuniões que fizemos fora do Conselho aprovar a minuta, por isso, ficou prejudicado. Nesse momento, nós temos a questão do decreto que limita a 50 pessoas, então, nesse momento, é quase impossível em plena pandemia você fazer um encontro com 4 ou 5 mil pessoas, mas nós estamos atentos a isso e vamos retornar essa questão”, destacou Fábio Mota.

 

Diante do cenário enfrentado pelo clube, o presidente do Conselho Deliberativo destacou o papel da entidade interna e ressaltou que o trabalho que cabe ao grupo, de fiscalizar o clube, está sendo feito. 

 

“O maior trabalho do Conselho Deliberativo e do presidente é zelar pela instituição. A instituição tem que estar acima da politicagem, então é um trabalho muito difícil de ser realizado. O Vitória vive um momento muito ruim, não de agora, mas de muito tempo. Não tem ninguém satisfeito com a atual situação do clube, todos nós estamos muito chateados disso que está acontecendo no campo e o Conselho está fazendo a sua parte. Estamos fazendo a fiscalização”, declarou. “Vamos passar tudo a limpo, as reuniões do Conselho tem sido para isso”, finalizou.