Nasce primeiro bebê de Serrinha com anticorpos para a covid-19

 

Uma menina, com 35 dias de vida, filha da enfermeira Daniele Almeida, que atua no Centro de Saúde Luiz Eduardo Magalhães, é o primeiro bebê em Serrinha a nascer com anticorpos para a Covid-19. Daniele estava grávida de oito meses quando recebeu a segunda dose da CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

A bebê nasceu no dia 20 de maio e realizou os exames de sangue no Laboratório Central de Saúde da Bahia (Lacen) que constataram os anticorpos IgG contra SARS-CoV-2. Ela será ser acompanhada para controle da imunização.

O secretário municipal de saúde, Alexandre Tahim acredita que o bebê teve a transmissão passiva dos anticorpos quando estava no ventre. "Este é mais um exemplo da eficácia da vacina, que conseguiu transferir a memória imunológica de longo prazo [IgG] da mãe para o bebê", declarou.

Apesar da boa notícia, Daniele lembrou que é necessário manter os cuidados para evitar a transmissão da doença. "Teremos que manter o acompanhamento e a proteção, ainda sem deixar o uso de máscara, o distanciamento, pois é o que vai manter o controle dessa pandemia".

Postar um comentário

0 Comentários