Homem se recusa a cumprir decreto e é contido com mata-leão em Tucano

 

Um homem levou um mata-leão após se recusar a cumprir um decreto de restrição em Tucano, na região sisaleira. O caso ocorreu no distrito de Caldas do Jorro, conhecido por abrigar estâncias de águas termais. De acordo com a prefeitura, o horário liberado devido à pandemia para a atividade vai das 5h às 19h.

No entanto, o homem, que não teve a identidade informada, se recusou a sair do local onde tomava banho. Outras pessoas que estavam no local teriam deixado o espaço. Conforme o apurado, o acusado teria sido agressivo com os guardas que precisaram usar a força. Ainda segundo a prefeitura, o homem chegou a morder um dos guardas e tentou pegar o armamento dele.

Além do desacato, ele também foi detido por causa dessa agressão e da ameaça ao agente público. Na ação, o homem também levou socos e um mata-leão. Em nota, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Tucano informou que vai abrir uma sindicância para apurar o caso, mas defendeu a ação do agente. 

Após ser contido, o homem foi levado a uma delegacia e depois foi liberado.

Postar um comentário

0 Comentários