Queimadas suspende aulas presenciais após morte de criança por Covid

 

As aulas das escolas públicas de Queimadas, na região do Sisal, foram suspensas nesta segunda-feira (6) e não têm prazo para a volta. A decisão foi tomada depois que uma garota de 6 anos morreu de covid-19 na cidade. Foi a primeira morte de criança pela pandemia no município, que registra 33 mortes por Covid. A menina Ana Vitória Oliveira Mercês morava no distrito de Espanta Gado com a família. A morte, que aconteceu na última sexta-feira (6), repercutiu bastante e emocionou a cidade.

Com o óbito, as autoridades municipais voltaram atrás na flexibilização de alguns decretos. As aulas presenciais foram suspensas e eventos e festas estão proibidos. No distrito onde a menina morava, também devem ficar fechados bares, restaurantes e estabelecimentos similares. A realização de uma feira da comunidade, sempre às segundas, fica suspensa também. Atividades esportivas coletivas também foram proibidas. A cidade tem cerca de 26 mil habitantes e 15.800 já se vacinaram contra Covid-19, segundo a prefeitura. A vacinação continua.

Postar um comentário

0 Comentários