Coité: Maestro Josevaldo Nim fica no prejuízo na venda de carro para crime organizado

 


As quadrilhas estão cada vez mais organizadas para aplicar golpes em pessoas de bem. O caso mais recente que se tem conhecimento aconteceu em Conceição do Coité e teve como vítima Josevaldo Silva, popularmente conhecido por Josevaldo Nim, maestro da Orquestra Santo Antônio.

Ele havia feito a divulgação por meio da internet e também fixando uma placa da venda do seu carro, um New Fiesta Ford ano 2011 até que no início da semana surgiu um ‘interessando’, ele não sabia que cairia em uma armadilha de uma quadrilha de criminosos.

Josevaldo disse que não sabe através de que tipo de divulgação o criminoso soube que ele estaria vendendo o carro no valor de R$ 26 mil e uma mulher enviou uma mensagem via WhatsApp na segunda-feira, 22, que o filho dela que morava em Araci e viria a Coité olhar o carro no dia seguinte, mas adiou a viagem para quarta-feira, 24, e realmente veio e desembarcou no ponto da Praça da Fonte Luminosa e foi buscá-lo para mostrar o veículo e posteriormente realizar a venda, bem como os trâmites burocráticos.

Josevaldo questiona o banco, como permitir que tenha um saldo consolidado quando está em cheque que precisa de um tempo para ser compensado

O plano da quadrilha deu certo e causou sério prejuízo a Josevaldo que entregou o carro legalizado, documento com parte de venda assinado, reconhecido firma depois de olhar o saldo com valor de R$ 26 mil na conta, justamente esta parte, pois, segundo Josevaldo, observou o saldo, mas não retirou o extrato, parte que consta a forma de pagamento e a pessoa do outro que se passava pela mãe do criminoso teria feito o pagamento com um cheque e este não tinha fundo.

Josevaldo narrou como tudo aconteceu – Ouça

Tocador de áudio

Na transação a mulher que dizia ser mãe do comprador mandou a foto de uma RG frente e verso, com nascimento em 18-06-1970 como sendo natural de Salvador e uma conta de telefonia móvel da VIVO com endereço Rua 21 de abril centro de Araci, posteriormente descobertos como falsos.

Josevaldo admite que o individuo está com um carro legalizado, porém de forma fraudulenta e pede para que as pessoas que tomarem conhecimento deste fato denuncie.

Postar um comentário

0 Comentários