Bahia não exigirá prescrição médica para vacinar crianças contra Covid-19

 


Bahia não exigirá prescrição médica para vacinar crianças contra Covid-19
Foto: Reprodução / Sesab

O governo do estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) anunciou, na tarde desta sexta-feira (24) que  não exigirá prescrição médica como elemento obrigatório para a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 no estado.

 

No comunicado, a secretária de saúde da Bahia, Tereza Paim, criticou a decisão contrária adotada pelo governo federal e defendida pelo presidente Jair Bolsonaro. “A medida contraria a recomendação do Ministério da Saúde por ela ser descabida, tendo em vista que a segurança da vacina da Pfizer foi atestada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e que o imunizante já foi aplicado em mais de 7 milhões de crianças no mundo”, disse. 

 

Ainda de acordo com a titular, “não podemos exigir que, neste momento, com tantos agravos da saúde, em meio a uma pandemia, a surtos de H3N2, enchentes em algumas regiões do Brasil, incluindo a nossa Bahia, crianças não possam ter acesso ao imunobiológico”, afirmou Tereza Paim em nota publicada no site da pasta.

 

De acordo com a Sesab, são mais de 1,3 milhão de crianças entre 5 e 11 anos na Bahia, faixa etária autorizada para aplicação da vacina. “Infelizmente, ela ainda não está disponível em território brasileiro, mas a expectativa é que o Programa Nacional de Imunizações (PNI) adquira e disponibilize aos estados ainda em janeiro de 2022”, ressalta a secretária.

Postar um comentário

0 Comentários