Preços da gasolina e do diesel disparam em Serrinha

 



O reajuste no preço dos combustíveis realizado pela ACELEN, empresa que comprou a refinaria Landulfo Alves, em Mataripe, pegou muitos baianos de surpresa. Os valores da gasolina, diesel e etanol dispararam em menos de 24 horas, e a justificativa da empresa foi a guerra entre Rússia e Ucrânia, que teria provocado o aumento no preço internacional do barril de petróleo.


Esse aumento já foi sentido pelos baianos. Em Serrinha, todos os postos reajustaram os valores dos combustíveis. No município tem posto vendendo gasolina a R$ 7,74, com alguns ultrapassando a casa dos R$ 8, e o diesel chegando a R$ 7,17.


Até a última sexta, 04, em Serrinha os postos estavam vendendo o litro da gasolina com valores que chegavam a R$ 6,59 e o diesel a R$ 5,49.


O etanol também sofreu reajuste, porém a elevação dos valores foi menos do que os praticados nos preços da gasolina e do diesel.


O presidente do Sindicombustíveis Bahia, Walter Tannus Freitas, disse ao G1 que a Acelen não vem respeitando o congelamento do ICMS, e que o reajuste impacta diretamente a todos. "A Acelen não vem praticando o congelamento do ICMS, determinado pelo Governo do Estado da Bahia, e o imposto representa hoje um custo de R$ 2,2442 por litro da gasolina C”; de R$ 1,3462 no litro do biodiesel S10, e de R$ 1,3196 no litro do biodiesel S500".


Já a Acelen se defende afirmando que o preço do petróleo depende do valor que é comprado, e que a atual guerra no leste europeu fez aumentar o preço do barril. "Tais preços seguem critérios de mercado que levam em consideração diversas variáveis, sendo a principal delas, é claro, o custo do petróleo, que é adquirido pela Acelen considerando suas cotações internacionais. Como é sabido, nos últimos dez dias, com o agravamento da crise gerada pelo conflito entre Rússia e Ucrânia, o preço internacional do barril de petróleo disparou, superando os US$115 por barril, o que gerou impacto direto nos nossos custos de produção".

Postar um comentário

0 Comentários