Candidatura de Bolsonaro é lançada com discurso de Michelle e críticas ao STF

 

Candidatura de Bolsonaro é lançada com discurso de Michelle e críticas ao STF
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil


Jair Bolsonaro foi anunciado oficialmente pelo Partido Liberal (PL) como candidato à reeleição à Presidência da República, na manhã deste domingo (24) (veja aqui). 

 

Em um discurso de 1h09, Bolsonaro fez críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF) e convocou os apoiadores para saírem às ruas. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também esteve presente no evento e antecipou a fala do marido. 

 

Além de elogiar o marido, Michelle falou sobre patriotismo e citou a campanha de 2018, quando Bolsonaro foi atingido por uma facada. 

 

“Vocês estão aqui apoiando um projeto de libertação da nação (...) Quando eu cheguei na Santa Casa e vi meu marido na maca, eu olhei para o teto do hospital e falei ‘o senhor tem controle de todas as coisas’. (…) Essa nação é rica, é próspera. Ela só foi mal administrada. Deus ama essa nação”, disse Michelle.

 

Bolsonaro iniciou o discurso tecendo críticas ao “Estado” e até citou os residentes de Cuba em sua fala. 

 

“Quando se fala em poder do povo, alguém acha que o povo cubano não quer a liberdade? Tem? Não. Como chegar a esse ponto? Por escolhas erradas (…) A nossa missão é não atrapalhar a vida de vocês. É, cada vez mais, tirar o estado de cima de vocês. Estado forte, povo fraco. Povo forte, estado forte", disse Bolsonaro.

 

O candidato ainda convocou seus apoiadores para saírem às ruas no próximo 7 de setembro, quando se comemora a Independência do Brasil.

 

“Nós somos maioria, nós somos do bem, nós temos liberdade para lutar pela nossa pátria. Convoco todos vocês agora, para que todo mundo, no 7 de setembro, vá às ruas pela última vez. Vamos às ruas pela última vez. Esses poucos surdos de capa preta têm que entender o que é a voz do povo. Têm que entender que quem faz as leis é o Poder Executivo e o Legislativo. Todos têm que jogar dentro das quatro linhas da Constituição. Interessa para todos nós. Não queremos o Brasil dominado por outra potência. E temos outras poucas potências de olho no Brasil”, disse Bolsonaro. 

 

Com a confirmação do general Walter Braga Netto como vice na chapa de Bolsonaro, o presidente elogiou o trabalho do militar no Rio de Janeiro.

 

“O vice é aquela pessoa que tem que estar ao seu lado em momentos difíceis. O vice é a solução dos problemas, não pode conspirar contra você. Eu escolhi um general do Exército brasileiro. Vocês conhecem muito bem pela ocasião da intervenção no estado do Rio de Janeiro. Ele fez um trabalho fantástico no Rio de Janeiro”, afirmou Bolsonaro.

Postar um comentário

0 Comentários