Dos 417 municípios da Bahia, Bolsonaro ganhou de Lula em apenas dois

 


Dos 417 municípios da Bahia, Bolsonaro ganhou de Lula em apenas dois
Foto: Isac Nobrega / PR


No último domingo a população brasileira foi às urnas para eleger os seus representantes na política estadual e também nacional. Na Bahia, dos 417 municípios do estado, apenas dois deram a vitória de Jair Bolsonaro (PL) na eleição entre os presidenciáveis deste ano, Luís Eduardo Magalhães e Buerarema. 

Em comparação com 2018, quando houve a disputa entre Fernando Haddad (PT) e Bolsonaro, o atual presidente da República "perdeu" 4 municípios na Bahia.  Entre as cidades baianas estão: Teixeira de Freitas, Itabuna, Itapetinga e Eunápolis.

 

Contudo, Bolsonaro recebeu mais votos nas eleições deste ano do que na disputa eleitoral com Haddad. Em relação há quatro anos, o atual presidente teve um incremento de 18,7% na quantidade de votos na Bahia, indo de 1,72 milhões para 2,04 milhões.

 

Há quatros anos, Bolsonaro teve 23,41% dos votos no primeiro turno, enquanto Haddad registrou 60,28%. Neste ano as porcentagens variaram entre 69,73% para Lula e 23,31% para o atual presidente.

 

No segundo turno de 2018, Bolsonaro perdeu um dos municípios que tinham dado sua vitória, no caso, Itabuna. Além disso, a porcentagem de Haddad saltou para 72,69% (5,4 milhões) enquanto a do então candidato do PSL foi para 27,31% (2,06 milhões).

 

CRESCIMENTO DO ELEITORADO BAIANO
O número de eleitores da Bahia cresceu 3,65% nos últimos quatro anos, saltando de 10,8 milhões para 11,29 milhões. Além disso, o estado ocupa o posto de quarto maior eleitorado do Brasil.

 

Luís Eduardo Magalhães foi o município com maior crescimento da Bahia, avançando 31,76% e chegando a 70.016 eleitores, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 

Postar um comentário

0 Comentários